Bernardo Oliveira

Por vezes caminho com Fernando Pessoa, noutras sento-me com Saramago. Nos escritos, solto um olhar em Miguel Esteves Cardoso, enquanto Ricardo Araújo Pereira me vai segredando ao ouvido. Relaxado, vou-me alegrando com Salvador Sobral. Tudo isto enquanto a História que estudo vai lentamente prosseguindo. Eu só desfruto disto.

Página 1 de 2 1 2

Assina a nossa Newsletter

Recebe em primeira mão, todas as novidades da Comunidade Cultura e Arte

Os mais Populares