‘You Only Live 2wice’: O curto retorno de Freddie Gibbs

6 ABRIL, 2017 -

Gary, Indiana ficará para sempre na história como o berço do grupo Jackson 5, onde se inclui o gigante da pop Michael Jackson. Mas Fredrick Tipton (mais conhecido como Freddie Gibbs) surge do mesmo sítio para mostrar que esta cidade tem mais que se lhe diga. O seu estilo de rap é característico e reconhecível, munido de um timbre grave semelhante a um híbrido entre DMX e Tupac, duas das influências de Freddie. O seu novo álbum You Only Live 2wice surge dois anos depois do possante Shadow of a Doubt, um álbum enriquecido pela música trap  e complementado pelo flow “criminal” e gangster de Freddie.

Shadow of a Doubt fala sobre o percurso de Fredrick desde um dealer de rua até ao lugar actual na indústria musical, acompanhado de batidas bem produzidas e versos bem construídos, muito ao estilo do rapper. Além de Shadow of a Doubt, Freddie Gibbs conta também com um projecto colaborativo com o lendário produtor de hip-hop underground Madlib, intitulado Piñata, um álbum que junta a voz possante de Freddie à produção lo-fi e recheada de samples de Madlib.

O terceiro álbum a solo You Only Live 2wice é uma reflexão do artista sobre a sua vida antiga e sobre os problemas que teve no passado recente, quando foi preso e acusado de abusar sexualmente de duas mulheres na Áustria, sendo mais tarde considerado inocente das acusações. Este álbum fala também do renascer perante as adversidades, e a própria capa espelha isso: vemos um Freddie espiritual ascender acima de tudo da sua antiga vida, simbolizando que o artista está pronto para abraçar um novo patamar na sua existência.

“20 Karat Jesus” abre o curto projecto a discutir um dia na vida de dealer, com duas partes que se contrastam fielmente em termos de ambiente. A aposta no trap também se nota através de músicas como “Amnesia”, um tema de batida rápida, algo desconcertante e agreste, a complementar uma voz transfigurada atmosférica, ou naquela que é uma das faixas com melhor instrumental do álbum, “Crushed Glass”. Ao som de um violino pensativo, o timbre rasgado de Freddie soa deslocado mas honesto, enquanto discute o seu caso com a justiça nesta música possante. “Homesick”, um tema cantado com sentido, em que uma batida trap surge de tempo em tempo a acompanhar uma melodia de piano distante, é outra música que discute o caso, fechando o álbum com uma mensagem potente sobre vitória sofrida e a força triunfante que inspira o artista.

Mas também há uma aposta em batidas mais old school, que complementam a voz de Freddie. O artista inspira-se em rappers de outros tempos em temas como “Alexys”, com um instrumental produzido pelo artista electrónico KAYTRANADA e o grupo de jazz BADBADNOTGOOD. “Andrea”, um tema doce e descontraído, também mostra um timbre de Freddie a lembrar Tupac e um cantar sentido e suave, apesar de a música soar um pouco apressada e ligeiramente abrupta.

You Only Live 2wice é um ensaio sobre os acontecimentos recentes na vida de Freddie Gibbs, bem produzido e com a qualidade lírica já conhecida do artista. É um curto desabafo, um álbum que peca pela brevidade e que denota uma falta de desenvolvimento. Mas não deixa de ser um bom suspiro auditivo de reflexão, contado do ângulo subjectivo do rapper e construído com método. É uma pequena mensagem de Freddie para os fãs e para o mundo que se resume à frase: “Estou de volta, mais forte do que nunca”.

Músicas preferidas: “Alexys”, “20 Karat Jesus” e “Amnesia”
Músicas menos apelativas: “Phone Lit”

Comentários

Artigos que poderão ser do teu interesse

ARTIGOS RELACIONADOS