Werner Herzog adjectiva redes sociais de ‘fórum para a estupidez’

21 JULHO, 2016 -

Foi divulgado mais um trailer de ‘Lo and Behold, Reveries of the Connected World’, o novo documentário do icónico cineasta alemão Werner Herzog.

Herzog apresentou o filme no inicio do ano, a 23 de Janeiro, no Festival Sundance e criticou veemente as redes sociais. Dizendo mesmo que internet é “um fórum para a estupidez.

Lo and Behold: Reveries of the Connected World é um documentário em forma de ensaio, com 10 capítulos, que explora o nascimento da internet, as suas repercussões e a forma como nos ligamos. Para demonstrar isso mesmo há várias entrevistas no filme, de diferentes indivíduos, desde os primeiros a entrarem em contacto com a rede até vítimas da radiação de dispositivos sem fios e pessoas viciadas na vida em rede. O objectivo principal do filme é o de sensibilizar as pessoas e de estas repensarem o seu vício pela internet: “prestarem mais atenção ao que se passa, disse o cineasta.

No entanto o realizador não se ficou apenas por estas palavras e foi ainda mais longe:

O que vos impressiona acerca de 100.000 tweets? 100.000 imbecilidades em 140 caracteres? O que há de tão fenomenal acerca disso? Eu nunca li um único tweet que achasse interessante, de todo”, disse o realizador.“A Internet é um evento que a ficção cientifica não previu. Carros voadores, colónias no espaço – mas ninguém tinha a internet no radar.

Lo and Behold, Reveries of the Connected World’ tem agora estreia comercial marcada para 19 de Agosto nos EUA. Para Portugal ainda não há qualquer data.

Comentários

Artigos que poderão ser do teu interesse

ARTIGOS RELACIONADOS