Vítor Baptista foi o maior rebelde do futebol português, vê o documentário

25 MAIO, 2016 -

Pode ler-se, na edição online do Expresso: “Houve um futebolista português que parou um Benfica-Sporting à procura de um brinco. Que comprou um Jaguar e o equipou com um motorista para o guiar de Setúbal a Lisboa só porque sim. Que levava um cão para os treinos e o amarrava a uma baliza. Que usava sandálias de tacão alto, jeans rasgados, camisas abertas, brinco, cabelo e barba compridos quando todos os outros vestiam fato e gravata. Que trazia couves e batatas da quinta dele para distribuir pelos colegas. Que teve tudo e perdeu tudo na droga e na noite e em maus negócios. Chamava-se Vítor Baptista e tinha uma alcunha: O Maior”

Podes ver aqui o documentário.

Comentários

Artigos que poderão ser do teu interesse

ARTIGOS RELACIONADOS

'Circle of Poison' é uma investigação chocante sobre a influência dos pesticid

Através de uma viagem pelas memórias de dezoito pessoas, testemunhamos a evolução Shang

A nova obra cinematográfica de Ron Howard é escrita por

Após o realizador Francis Whately produzir "David Bowie: Five Years