Vem aí um filme sobre James Earl Ray, o assassino de Martin Luther King

4 AGOSTO, 2017 -

Em 2016, Paul Greengrass, o realizador de The Bourne Ultimatum, Captain Phillips ou The Bourne Supremacy, esteve na calha para dirigir o então intitulado Memphis, um filme sobre o assassinato de Martin Luther King, no entanto o filme acabou por não sair do papel.

Agora, Scott Cooper, o realizador de Crazy Heart, Out of the Furnace ou mais recentemente Black Mass, será o responsável pela direcção de Hellhound On His Trail, baseado no livro homónimo escrito, em 2010, pelo historiador e jornalista Hampton Sides (também editor na revista Outside e escreveu esporadicamente para a National Geographic, The New Yorker, Esquire ou The Washington Post).

Scott Cooper vai apresentar o seu próximo filme, Hostiles, no Festival de Toronto, que se realiza de 7 a 17 de Setembro. O filme conta com Rosamund Pike, Christian Bale ou Peter Mullan no elenco.

Scott Cooper e Christian Bale durante as filmagens de Hostiles

O activista e vencedor do Prémio Nobel da Paz Martin Luther King dedicou grande parte da sua vida aos direitos civis nos Estados Unidos. King foi assassinado a 4 de abril de 1968 quando estava na varanda de um hotel em Memphis. O crime chocou os EUA e o mundo. O FBI, liderado por J. Edgar Hoover, iniciou então uma investigação gigantesca para capturar o assassino e depois meses depois James Earl Ray, que acreditava que King era um traidor, e que influenciava as pessoas nas suas manifestações para enfraquecerem o país politicamente e economicamente, foi capturado. James Earl Ray foi preso e condenado a 100 anos de prisão. Faleceu em 1998 com 70 anos.

Por fim, ainda não se sabe a data de estreia de Hellhound On His Trail.

James Earl Ray (lado direito) e o advogado Mark Lane (lado esquerdo)

Comentários

Artigos que poderão ser do teu interesse

ARTIGOS RELACIONADOS