‘To Pimp a Butterfly’ de Kendrick Lamar entra na Biblioteca de Harvard

27 JANEIRO, 2017 -

Kendrick Lamar não pára de figurar nos mais diversos contextos. Desta feita, o rapper norte-americano integra o meio académico, fazendo parte de uma restrita lista de artistas que constam na biblioteca da universidade de Harvard. A iniciativa, empreendida pelo músico 9th Wonder, consiste numa reatualização do arquivo de hip-hop, inserido no W. E. B. Du Bois Institute, que engloba os estudos afroamericanos desta universidade.

O álbum que foi escolhido por Wonder foi “To Pimp a Butterfly“, lançado em 2015 e que é considerado pela crítica como o melhor da sua carreira até ao momento. Este é um dos duzentos trabalhos do género que se torna catalogado e armazenado de forma permanente no sistema informatizado da biblioteca, que é a mais antiga e a maior do país.

Para além do álbum de Lamar, outros três foram escolhidos para se juntar à já ampla coleção de álbuns. Estes foram “The Low End Theory” (1991) de A Tribe Called Quest, “Illmatic” (1994), de Nas, e “The Miseducation of Lauryn Hill” (1998), de Lauryn Hill. Para o que resta do seu trabalho neste arquivo sonoro, 9th Wonder projeta juntar mais duas centenas de álbuns que marcaram indelevelmente a história da evolução do hip-hop e do rap, contribuindo para o reforço do papel da música na afirmação da comunidade afroamericana. Em baixo, podes ouvir os quatro álbuns na íntegra.

 

Comentários

Artigos que poderão ser do teu interesse

ARTIGOS RELACIONADOS