‘The Floating Piers’: Christo faz andar sobre a água

18 JUNHO, 2016 -

Christo, o artista conceptual búlgaro, de 81 anos, inaugura hoje o seu mais recente projecto artístico, The Floating Piers.

Seguindo um sonho nutrido desde há muitos anos com a sua esposa e parceira artística, Jeanne-Claude, falecida em 2009, Christo projectou uma espécie de ponte que une duas pequenas ilhas localizadas no lago Iseo, na região de Lombardia, em Itália, ao mesmo tempo que as liga a terra.

Com 16 metros de largura e 3 quilómetros de comprimento, a ponte é feita de 220000 cubos de polietileno de alta densidade reciclável, que foram cobertos com um um tecido de nylon impermeável, criado para mudar de cor de acordo com a altura do dia e com o clima.

As pessoas podem atravessar a ponte livremente, 24 horas por dia, não sem uma equipa de nadadores-salvadores e monitores a controlar eventuais tombos para dentro do azul do lago.

Christo não tinha uma instalação exterior vigente desde 2005, quando instalou 7500 portões recobertos de um tecido cor de açafrão no Central Park, em Nova Iorque. The Gates esteve presente no parque de 12 a 28 de fevereiro.

As obras de Christo e Jeanne-Claude envolveram sempre uma introdução de componentes coloridas em ambientes naturais, como uma forma de alterar a paisagem. “São projectos que são como uma espécie de sonho”, diz o curador italiano Germano Celant.

The Floating Piers estará em vigor de 18 de junho a 3 de julho. No final, a ponte será desmantelada e reciclada. “A parte importante deste trabalho é a sua qualidade nómada”, diz Christo. “O trabalho precisa de desaparecer, porque eu não sou o seu dono; ninguém o é. Por isso é que é grátis.”

As fotografias pertencem a Alessandro Grassani, para o The New York Times.

Texto de Bernardo Crastes

Comentários

Artigos que poderão ser do teu interesse

ARTIGOS RELACIONADOS

Inaugurou ontem, terça-feira, no Centro Cultural de Belém a exposição

Os arquitetos Siza Vieira e Souto Moura, os dois "Pritzker" portugueses, juntam

O fotógrafo Fernando Guerra venceu o Prémio do Público da plataforma norte-amer

Membro de uma verdadeira dinastia de arquitetos, o presidente da Faculdade de Arquitetura d