O último dia do Festival Vodafone Paredes de Coura recebeu um alinhamento que pode descrever-se como sendo energético. Para além disso, foi um dia cheio de favoritos do público português. Antes de darmos entrada no recinto, houve tempo para espreitar o programa do Governo Sombra

Ao terceiro dia, as pernas dos campistas do Vodafone Paredes de Coura já fraquejam, mas os banhos revigorantes no Rio Coura, que se encontra cada vez menos límpido, curam todos os males. Enquanto se joga às cartas, se conversa, ou simplesmente se descansa um pouco mais, os concertos do J

Após uma tarde indolente à beira-rio, a ouvir os concertos do Palco Jazz na Relva, ou até a espreitar a actuação impromptu dos Nothing no campismo, o pessoal arrasta-se até aos banhos apinhados para se preparar para mais um dia de concertos do Vodafone Paredes de Coura.

O Festival Vodafone Paredes de Coura regressou ontem à Praia Fluvial do Taboão, para um primeiro dia de música que se dedicou em parte à celebração do 25º aniversário do festival, ao revisitar tempos passados. Viveram-se diversas emoções. Os Mão Morta trouxeram o sangue,

O icónico Vodafone Paredes de Coura volta este ano às margens do rio Coura, no espaço da Praia Fluvial do Taboão, para a sua 25ª edição. Em ano de bodas de prata, o festival volta com uma edição consistente e aliciante. O elenco integra desde estreias absolutas