O governo americano corta com uma agência a quem já não paga desde 2011 e deve 500 milhões de dólares. Israel segue-lhe o passo. Estados Unidos e Israel cumpriram esta quinta-feira as ameaças que há anos iam lançando à agência cultural das Nações Unidas e anunciaram