Nomeado para Óscar de melhor documentário de 2016, I Am Not Your Negro encerrou o Indie Lisboa de 2017 e estreou poucos dias depois nas salas portuguesas, algo que raramente acontece com documentários, mas que se percebe pelo interesse actual e qualidade desta obra de

Sem vitimização, nem floreados. Racismo, privilégio e desigualdade são palavras chave neste documentário urgente e absolutamente contemporâneo. Depois de esgotar a única sessão no IndieLisboa, chega agora às salas de cinema. A voz é familiar. Afinal, é Samuel L. Jackso

O realizador politicamente implicado aposta num cinema de causas a admitir certos efeitos. Porque, segundo ele, a democracia não é só votar e ficar sentado no sofá a ver reality shows. Raoul Peck é um homem deste tempo. Não só da América que deixa de ser de Oba

Colo, de Teresa Villaverde, é o filme de abertura do 14.º IndieLisboa e será exibido no dia 3 de Maio no Cinema São Jorge. Colo teve

A Magnolia Pictures e a Amazon Studios divulgaram um poderoso trailer de 'I Am Not Your Negro', documentário baseado no manuscrito inacabado do romancista, ensaísta, dramaturgo, poeta e crítico James Ba