Este artigo não é um roteiro da exposição “A Time Coloured Space” de Philippe Parreno, não procura dar-lhe respostas, tampouco explicará o conceito por trás de cada peça que está nas treze salas da Fundação de Serralves. Este artigo fala sobre sensações. A escu