Uma lufada de ar fresco no rap nacional, abriu-se o sarcófago do cheiro a mofo e naftalina de um género que raramente se reinventa neste país, fortemente padronizado pelo