Karl Ove Knausgård alcançou fama mundial quando se dispôs a narrar a sua vida, com um registo híbrido entre memória e ficção, num conjunto de livros ao qual deu o nome de