O novo álbum de Mallu Magalhães convida a vir mas os factos são lacónicos. “Sem disponibilidade”, indicam as bilheteiras digitais. A “pitanga” cresceu no tempo e na forma. No dia 24 aguarda-a uma apoteose mas, por ela, o melhor ruído é o do silêncio do anonimato. Enquanto se e