Os Lazy Eye Society têm berço em Coimbra e, provavelmente, pela lição de sonho e tradição, vão cumprindo uma espécie de destino que a aura conimbricense lhes propõe como capital da irreverência no processo de criação de arte. Chamemos-lhe fado, chamemos-lhe inspiração, é aqui que a ba