O sistema de justiça alemão no pós-Segunda Guerra Mundial era dominado por ex-nazis que atuavam concertadamente para proteger os seus antigos camaradas, revela um estudo oficial divulgado hoje na Alemanha. Em 1957, revela o estudo, 77% dos funcionário