Há 80 anos o pintor espanhol reagiu a um crime que inaugurou o terror de Estado contra os civis, algo que desde então não parou de se repetir e ampliar em devastação. “Guernica” já não é só o grito contra o que foi feito na pequena povoação basca, é uma bandeira e um manifest

O museu Reina Sofia organiza, a partir de abril, em Madrid, uma grande exposição sobre a obra do pintor Pablo Picasso, para celebrar os 80 anos da sua obra-prima "Guernica", símbolo universal da crueldade da guerra. A exposição 'Piedade e terror em Picasso: o caminho at