A cultura portuguesa, dentro e fora de portas, vem sendo mais consumida e disseminada a cada dia que passa. Seja por intermédio do turista que vem cá dentro senti-la ele próprio ou por culpa de instituições e festivais estrangeiros “forçados” a reconhecer-lhe