Realizado por Gareth Edwards, o mesmo que conseguiu de forma meritória (re)despertar Godzilla em 2014, Rogue One tinha a árdua tarefa de passar incólume pelas vozes contestatárias que nesta altura se levantam face ao aproveitam