Rei Salman assinou um decreto que lança as bases para a extensão do direito de conduzir às mulheres, num dos países mais opressores e segregacionistas do sexo feminino no planeta. Ativistas e comunidade internacional aplaudem decisão histórica e querem mais Celebrar o levan