A Sociedade Portuguesa de Cardiologia quer que as escolas tenham formação prática obrigatória em suporte básico de vida e em utilização de desfibrilhadores nos 9.º e 11º anos. Existe atualmente um protocolo com o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) para ser executado nas esc