Não é segredo que sou fã de Charles Bukowski e do seu contributo literário que marcou a segunda parte do século XX. Os seus romances, contos e poesia marcaram uma geração. O s

Há alguns anos, quando me encontrava num momento mais existencialista da minha vida - quem não os tem? - escrevi sobre a espera: "Abandonados, todos os sorrisos divulgam a mesma expressão de quem se encontra (im)paciento-eternamente à espera: à espera do médico, à espera das re