É que nem tudo correu bem antes da projeção do filme do sul-coreano Bong Joon Ho, a tal fita produzida pela Netflix e exibida em competição, embora reservada à estreia na televisão lá de casa e não em sala de cinema. Polémicas à parte, foi mesmo o desacerto na projeção que provocou um e