Ken-Loach-Palm-dOr

O realizador cineasta britânico Ken Loach, que conquistou hoje a sua segunda Palma de Ouro em Cannes, defendeu o cinema como forma de protesto e considerou que a austeridade "provocou a miséria de milhões de pessoas desde a Grécia a Portugal".