Depois de uma investigadora alemã ter levantado o véu sobre os acordos secretos que permitiram à Associated Press continuar a trabalhar em Berlim durante o nazismo, a própria agência divulgou um relatório em que faz uma análise da sua cobertura do regime, entre 1933 e 1945, reconhecendo algun