A Idade Média redescobriu muito daquilo que foi feito para trás de si, em especial na Grécia Antiga. Toda a Escolástica, corrente filosófica advinda dessa atividade de desvendamento e tratamento das obras clássicas, se sentiu atraída a pensar criticamente com o contributo de nomes, como os de

Pedro Hispano foi um dos homens mais versáteis da Idade Média, mostrando em parte que era alguém que não era pertence à sua era. Com perspetivas modernas, tanto no âmbito das matemáticas como das artes, chegou a ser Papa, assumindo a designação de João XXI