Por algum motivo o texto de Annie Baker vencera o Pulitzer em 2014. A produção dos Artistas Unidos vem justificá-lo de uma forma efectiva e afectiva, numa peça que esgravata as rotinas e o quotidiano, e reflecte a procura da identidade e os becos sem saída de