O futurismo italiano marcou a eclosão das vanguardas históricas no século passado, e na sua exaltação da tecnologia, da juventude e da violência, influenciou de forma profunda as artes em todo o mundo e o próprio modernismo português. É este o futuro que outros tatearam

A exposição 'José de Almada Negreiros: uma maneira de ser moderno', que abriu ao público na sexta-feira, recebeu 4.586 visitantes em três dias, disse hoje à agência Lusa a Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa. Inaugurada na última quinta-feira, a exposição abriu ao públi

Almada Negreiros, essencialmente autodidata (não frequentou qualquer escola de ensino artístico), foi um dos principais artistas no que toca à cultura portuguesa, sem, no entanto, despontar somente pela virtude da sua obra. Também a vastidão de áreas que tiveram o seu cunho é

A exposição 'José de Almada Negreiros: uma maneira de ser moderno' é inaugurada hoje, às 18:30, na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, com cerca de 400 trabalhos do artista, muitos deles inéditos. A exposição abre ao público na próxima sexta-feira, dia 3. A retrospetiva acontece

Duas antologias de textos, 'Manifestos' e 'Ficções escolhidas' inauguram uma nova coleção dedicada ao escritor e artista plástico português Almada Negreiros, que começa a ser publicada no dia 09, revelou a editora Assírio & Alvim. A coleção