Chamam-se Ali, Moustafa, Enas e Ahmad. Vêm de países diferentes, por razões diferentes. O que os une é a necessidade de uma vida justa e digna, em que os seus direitos mais fundamentais possam ser reconhecidos. “Na Idade Média, faziam-se decapitações na praça pública,