O cenário literário português alterou-se por completo com o surgimento de Fernando Pessoa e toda a sua heteronímia. Uma genialidade como esta, para além de se distinguir de tudo o que fora criado até então, cravou na literatura portuguesa uma sombra para os autores coetâneos