‘Sê em céu azul, Porto’, exposição fotográfica solidária arranca este sábado no Porto

10 FEVEREIRO, 2017 -

«As aves voam sobre nós, os céus são casas de liberdade e o Porto é absolutamente único e arrepiante. Num mundo digital faz sentido voltar ao real, ao físico, ao palpável e ao humano.» São estes os motes da exposição fotográfica “Sê em céu azul, Porto” que vai estar patente nas Galerias Lumière (Rua de José Falcão 167, 4050-213), de 11 a 26 de fevereiro, no Porto. A exposição inaugura sábado, dia 11 de fevereiro, às 21h30. A entrada é livre.

Disposto a saltar da rede social Instagram e a materializar os seus registos fotográficos, Fábio Fonseca convida-nos a fazer uma viagem pelos céus do Porto, que considera serem “mágicos e uma fonte inesgotável de inspiração”, refere.

O autor, de apenas vinte e dois anos, designer de profissão e técnico de multimédia de formação acredita que “os céus do Porto têm uma luz e uma identidade muito próprias, daí ter sentido a necessidade de mostrar a minha perspetiva sobre eles”, conta.

Quando questionado sobre o tema e o título da exposição de fotografia, o instagrammer responde com outra pergunta: “qual é a cor que associamos imediatamente ao Porto?”, atira. “Para além do simbolismo lógico do Futebol Clube do Porto e da marca Porto, temos também o rio Douro, o mar, algumas paisagens, a nobreza do povo da Invicta e, claro, o céu”, e continua: “diz-se que no Porto as pessoas têm um coração azul e eu creio que é mesmo verdade, porque as pessoas do Porto são diferentes de todas as outras, têm um brilho genuíno e muito especial, tal como os céus desta cidade”, defende.

A exposição de fotografia pretende refletir sobre a importância do céu azul na cidade do Porto, bem como a beleza/integração dos elementos naturais da cidade e a relação entre estes e os elementos arquitetónicos inerentes à paisagem urbana, saindo do plano digital para se concretizar em papel, permitindo às pessoas uma experiência física e momentos de apreciação fotográfica em contexto analógico.

Por cada fotografia vendida, metade do valor reverte a favor da CASA PORTO – Centro de Apoio ao Sem Abrigo.

Comentários

Artigos que poderão ser do teu interesse

ARTIGOS RELACIONADOS