‘Retratos de Siza’, de Valdemar Cruz, lançado no festival Literatura em Viagem

9 MAIO, 2017 -

Festival decorrerá de 12 a 14 de maio e conta, entre os autores convidados, com Hélia Correia, Frederico Lourenço, David Mitchell, Rodrigo Guedes de Carvalho, Rachel Cusk e Jesús Carrasco. Carlos Fiolhais fará a conferência de abertura.

Não há edifício na obra de Siza que não seja também a janela que o abrirá ao mundo”. As palavras são de João Fernandes, diretor adjunto do Museu Rainha Sofia, de Madrid, e estão na introdução do livro “Retratos de Siza”, de Valdemar Cruz, que será apresentado no decurso da décima primeira edição do festival Literatura em Viagem, que decorrerá entre os dias 12 e 14 de maio, em Matosinhos.

Resultado de vinte anos de entrevistas do jornalista Valdemar Cruz a Álvaro Siza Vieira, a nova edição de “Retratos de Siza” traça um perfil panorâmico sobre a vida, a obra, as escolhas e as paixões do mais reconhecido arquiteto português, da viagem a Barcelona que o levou a apaixonar-se pela obra de Gaudí ao regresso, no ano passado, ao bairro social que desenhou para a Giudeca de Veneza.

A conversa entre o arquiteto Álvaro Siza Vieira e Valdemar Cruz está marcada para as 18 horas de sábado, 13 de maio, na Biblioteca Municipal Florbela Espanca, escancarando as janelas do Literatura em Viagem para o diálogo fluído entre diversos modos de compreensão do mundo. A conferência de abertura do festival, na sexta-feira, estará, de resto, a cargo de Carlos Fiolhais, físico, ensaísta e um dos maiores divulgadores da ciência em Portugal.

A décima primeira edição do Literatura em Viagens vai trazer a Matosinhos mais de duas dezenas de autores nacionais e internacionais, convocados para debater a Europa em que vivemos. Respondendo ao mote “Abel e Caim, irmãos europeus, o programa do festival conta este ano, entre outros, com Hélia Correia, vencedora do Prémio Camões em 2015, e Frederico Lourenço, vencedor da última edição do Prémio Pessoa e tradutor da “Bíblia“, que revisitarão a Grécia e o património intelectual que nos une, numa época em que os ideais do viajante e a universalidade da literatura e da cultura estão sob ameaça.

Outros autores que marcam a escrita contemporânea estarão presentes no LeV, do britânico David Mitchell, cujo “Cloud Atlas” (Editorial Presença, 2012) esteve na lista final do prestigiado Booker Prize, à canadiana Rachel Cusk, que tem sido nomeada para alguns importantes prémios internacionais (“Arlington Park” teve edição portuguesa, pela Asa, em 2009), passando pelo espanhol Jesús Carrasco, galardoado em 2016 com o European Union Prize for Literature pelo romance “La tierra que pisamos”, ou por Abraão Vicente, escritor, artista plástico e ministro da Cultura de Cabo Verde.

Para além de “Retratos de Siza”, obra cuja edição tem o apoio da Câmara Municipal de Matosinhos, o Literatura em Viagem trará ainda a apresentação de “O Pianista do Hotel”, o novo romance de Rodrigo Guedes de Carvalho. Entre os convidados estarão ainda nomes como o do mexicano José Manuel Fajardo e dos portugueses Ana Margarida de Carvalho e João Tordo.

Comentários

Artigos que poderão ser do teu interesse

ARTIGOS RELACIONADOS