Regresso às aulas: 36% das famílias tencionam recorrer a créditos

28 AGOSTO, 2017 -

Look Fantastic PT 180X150
Womens Bags PT 300 x 250

O regresso às aulas continua a representar um esforço financeiro para as famílias portuguesas. 

De acordo com o estudo mais recente do Observador Cetelem, este ano, cerca de 36% das famílias tencionam pagar as contas com recurso a créditos.

Mas há mais conclusões. A análise feita pelo Observador Cetelem mostra ainda que as papelarias tradicionais continuam a ser a grande preferência dos portugueses (81%). Em segundo lugar aparecem os hipermercados (70%), seguidos das plataformas online (41%), que registaram um aumento de 21 pontos percentuais nas intenções de compra das famílias portuguesas.

De acordo com Pedro Camarinha, diretor do Cetelem, “a opção da compra online tem vindo a ganhar mais adeptos entre os consumidores para comprar os livros escolares. O conforto e a simplicidade do processo de compra estão na base do aumento significativo deste canal, que já é a escolha de 43% dos consumidores”.

O mesmo estudo revela ainda que 36% dos portugueses esperam ter de usar o cartão de crédito para fazer as compras necessárias. A média dos gastos está calculada em 312 euros, mais 76 euros do que no ano passado. Recorde-se que, em 2016, apenas 27% dos portugueses admitiam a necessidade de recorrer ao crédito.

Já quanto à compra de livros escolares, a maioria (90%) admite que prefere comprar novos, sendo que apenas 18% recorrem a livros em segunda mão.

Artigo publicado no nosso parceiro jornal i

Comentários

Artigos que poderão ser do teu interesse

ARTIGOS RELACIONADOS