Programas dedicados à animação portuguesa e a João César Monteiro no Cinema Monumental

30 MAIO, 2017 -

O cinema Medeia Monumental irá receber dois programas inteiramente dedicados às curtas-metragens, um deles centrado no género da animação e outro em homenagem ao realizador português João César Monteiro. Estes dois programas são os primeiros de uma série de sessões totalmente dedicadas às curtas-metragens, que contarão sempre com a presença de convidados.

O primeiro destes programas, numa colaboração com a produtora Bando à Parte, acontece já no dia 6 de Junho, com uma sessão centrada no cinema de animação feito em Portugal na última década por aquela produtora, uma das mais activas nos últimos anos no nosso país: são sete curtas-metragens assinadas por realizadores portugueses, que representaram o nosso país em vários festivais, seleccionadas por Vasco Sá e David Doutel. Na sessão, que terá lugar às 19h00, haverá também uma masterclass com os dois realizadores.

Serão exibidos: Fim da Linha (2016), de António Pinto e Paulo D’Alva, The Tile-Jail Toilet-Tale (2008), de João Rodrigues & Soetkin Verstegen, Outro Homem Qualquer (2012), de Luís Soares, 3 Semanas em Dezembro (2013), de Laura Gonçalves, M (2013), de Joana Bartolomeu, Carrotrope (2013), de Paulo D’Alva, e Fuligem (2014), de Vasco Sá e David Doutel. Saiba mais sobre estes filmes aqui.

Numa devida homenagem, revisitaremos, a 13 de Junho, a obra de João César Monteiro, através da exibição de um conjunto de curtas-metragens feitas em diferentes épocas da carreira do realizador: Os Dois Soldados (1978), O Amor das Três Romãs (1979), A Mãe: o Rico e o Pobre (1979), Conserva Acabada (1990), Lettera Amorosa (1995), O Bestiário ou o Cortejo de Orfeu (1995), Passeio Com Johnny Guitar (1996). A projecção destes filmes será acompanhada pela leitura de poemas da autoria de João César Monteiro, na voz do jornalista Luis Caetano (Antena 2).

Comentários

Artigos que poderão ser do teu interesse

ARTIGOS RELACIONADOS