‘Pedro’ é a primeira curta-metragem totalmente portuguesa seleccionada para festival Sundance

7 DEZEMBRO, 2016 -

O filme português ‘Pedro’, assinado por André Santos e Marco Leão, foi seleccionado para a competição internacional do festival de cinema independente Sundance, nos Estados Unidos, revelou hoje a agência Portugal Film.

Trata-se da primeira vez que uma curta-metragem de produção exclusivamente portuguesa é seleccionada para este prestigiado festival internacional“, sustenta a agência.

‘Pedro’, uma ficção de vinte minutos, é a sexta curta-metragem de André Santos e Marco Leão, e teve estreia mundial em Julho passado no festival Curtas Vila do Conde, tendo sido exibido depois no Queer Lisboa e em festivais no Brasil, Canadá, Israel, Brasil, Coreia do Sul, Espanha e Bulgária.

André Santos e Marco Leão começaram a trabalhar juntos em 2008, com a correalização do filme ‘A nossa necessidade de consolo’.

Seguiram-se ‘Cavalos Selvagens’ (2010), ‘Infinito’ (2011), ‘Má Raça’ (2013), distinguido no IndieLisboa, e ‘Aula de condução’ (2015), que recebeu uma menção especial no Féstival du Nouveau Cinéma, em Montreal, no Canadá.

O festival de Sundance, que decorrerá de 19 a 29 de Janeiro, é organizado pelo Sundance Institute, fundado pelo actor e produtor Robert Redford, com o objectivo de promover novos realizadores e produções independentes.

A programação foi hoje revelada, embora a organização já tivesse revelado antes algumas das secções competitivas, entre as quais a ‘World Cinema Dramatic’, na qual está nomeado ‘Não devore meu coração’, do realizador brasileiro Felipe Bragança.

unnamed-1

Texto de Lusa

Comentários

Artigos que poderão ser do teu interesse

ARTIGOS RELACIONADOS