Óscares de 2017: os vencedores e os registos numa gala em plena ‘La La Land’

27 FEVEREIRO, 2017 -

A 89ª edição dos Óscares decorreu esta noite e atribuiu 24 galardões distintos referentes aos filmes produzidos e lançados no ano de 2016. A gala de entrega dos prémios mais relevantes no panorama do cinema deu-se, assim, no Dolby Theater, na cidade de Los Angeles, em pleno coração de Hollywood. Como esperado, “La La Land” arrecadou grande parte dos Óscares, levando seis estatuetas face às três levadas por “Moonlight” – incluindo a de melhor filme – e duas levadas por “Hacksaw Ridge” e “Manchester By The Sea“. Contudo, a gala fica indelevemente marcada pelas atribulações que se sucederam na nomeação do Melhor Filme, onde uma troca de envelopes desolou uns e fez radiar outros.

Com a condução deste evento a ser feito pelo apresentador Jimmy Kimmel, vários foram os estreantes na conquista de Óscares, entre eles os quatro individuais Emma Stone, Casey Affleck (principais), Viola DavisMahershala Ali (secundários). Para além disto, existe um novo realizador mais jovem nas lides dos galardões, sendo ele Damien Chazelle, que, com 32 anos, supera por um conjunto de meses o realizador de “Skippy” (1930-31) Norman Taurog.

Como momentos altos da gala, houve Justin Timberlake a abrir com “Can’t Stop This Feeling”, música nomeada nesta cerimónia, e John Legend a complementar a meio com “City of Stars“; a aparição de Katherine Johnson, uma das cientistas da NASA de etnia negra representadas no filme “Hidden Figures“, com 99 anos e a vitória de Kevin O’Connell ao cabo de 21(!!!) nomeações na categoria de Mistura de Som. Para além destes, o fortíssimo discurso da atriz Viola Davis na sua conquista do Óscar de Melhor Atriz Secundária, e a vitória e ausência do realizador iraniano Ashgar Farhadi com “The Salesman” e a sua declaração.

No entanto, o momento insólito da noite decorreu no momento em que Warren Beatty anunciou o vencedor do Óscar de Melhor Filme. O Clyde da famosa parceria do filme “Bonnie and Clyde” – apresentou-o com a atriz Faye Dunaway, conhecida por representar Bonnie – proclamou “La La Land” como o vencedor. Porém, e após uns minutos de efusiva celebração e do típico discurso dos galardoados, o ator leu o envelope errado, sendo vítima de uma troca de envelopes. A decisão foi oficialmente corrigida e “Moonlight” anunciado como o vencedor.

Donald Trump não foi poupado nas diferentes intervenções dos vencedores e do próprio apresentado Jimmy Kimmel. O presidente dos Estados Unidos da América foi visado de forma mais ou menos direta naqueles que enumeraram as causas sociais e exortaram contra os diversos tipos de preconceitos e práticas discriminatórias.

A lista de todos os vencedores por categoria, assim como a enumeração dos restantes nomeados, apresenta-se de seguida, com os vencedores de cada uma em destaque.

Óscar de Melhor Filme:

Moonlight – Barry Jenkins
Arrival – Denis Villeneuve
Hacksaw Ridge – Mel Gibson
Hidden Figures – Theodore Melfi
Lion – Garth Davis
Fences – Denzel Washington
Hell or High Water – David Mackenzie
La La Land – Damien Chazelle
Manchester by the Sea – Kenneth Lonnergan

Óscar de Melhor Actor Principal:

Casey Affleck – Manchester by the Sea
Andrew Garfield – Hacksaw Ridge
Ryan Gosling – La La Land
Viggo Mortensen – Captain Fantastic
Denzel Washington – Fences

Óscar de Melhor Actriz Principal:

Emma Stone – La La Land
Isabelle Huppert – Elle
Ruth Negga – Loving
Natalie Portman – Jackie
Meryl Streep – Florence Foster Jenkins

Óscar de Melhor Actor Secundário:

Mahershala Ali – Moonlight
Jeff Bridges – Hell or High Water
Lucas Hedges – Manchester By Sea
Dev Patel – Lion
Michael Shannon – Nocturnal Animals

Óscar de Melhor Actriz Secundária:

Viola Davis – Fences
Michelle Williams – Manchester by the Sea
Naomi Harris – Moonlight
Nicole Kidman – Lion
Octavia Spencer – Hidden Figures

Óscar de Melhor Realizador:

Damien Chazelle – La La Land
Denis Villeneuve – Arrival
Mel Gibson – Hacksaw Ridge
Kenneth Lonergan – Manchester by the Sea
Barry Jenkins – Moonlight

Óscar de Melhor Filme de Língua Estrangeira:

The Salesman – Irão
Land of Mine – Dinamarca
A Man Called Ove – Suécia
Tanna – Austrália
Toni Erdmann – Alemanha

Óscar de Melhor Filme de Animação:

Zootopia – Byron Howard, Rich Moore e Clark Spencer
Kubo and the Two Strings – Travis Knight and Arianne Sutner
Moana – John Musker, Ron Clements e Osnat Shurer
My Life as a Zucchini – Claude Barras e Max Karli
The Red Turtle – Michael Dudok de Wit e Toshio Suzuki

Óscar de Melhor Documentário:

O.J.: Made in America – Ezra Edelman e Caroline Waterlow
I am Not Your Negro – Raoul Peck, Rémi Greletty e Hébert Peck
Fire at Sea – Gianfranco Rosi e Donatella Palermo
Life, Animated – Roger Ross Williams e Julie Goldman
13th – Ava DuVernay, Spencer Averick e Howard Barish

Óscar de Melhor Documentário Curto:

The White Helmets – Orlando von Einsiedel e Joanna Natasegara
4.1 Miles – Daphne Matziaraki
Extremis – Dan Krauss
Joe’s Violin – Kahane Corn Cooperman e Raphaela Neihausen
Watani: My Homeland – Marcel Mettelssiefen

Óscar de Melhor Curta-Metragem:

Sing – Kristof Deák e Anna Udvardy
Enmemis Intériurs – Sélim Azzazi
La Femme et le TGV – Timo Von Gunten e Giacun Caduff
Silent Nights – Aske Bang e Kim Magnusson
Timecode – Juanjo Giménez

Óscar de Melhor Argumento Original:

Manchester By the Sea – Kenneth Lonergan
Hell or High Water – Taylor Sheridan
La La Land – Damien Chazelle
The Lobster – Yorgos Lahthimos e Efthemis Filippou
20th Century Women – Mike Mills

Óscar de Melhor Argumento Adaptado:

Moonlight – Barry Jenkins e Tarell Alvin McCraney
Arrival – Eric Heisserer
Fences – August Wilson
Hidden Figures – Allison Schroeder e Theodore Melfi
Lion – Luke Davis

Óscar de Melhor Fotografia:

La La Land – Linus Sandgren
Arrival – Bradford Young
Lion – Greig Fraser
Moonlight – James Laxton
Silence – Rodrigo Prieto

Óscar de Melhor Curta-Metragem de Animação:

Piper – Alan Barillaro e Marc Sondheimer
Blind Vaysha – Theodore Ushev
Borrowed Time – Andrew Coats e Lou Hamou-Lhadj
Pear Cider and Cigarrettes – Robert Valley e Cara Speller
Pearl – Patrick Osborne

Óscar de Melhor Guarda-Roupa:

Fantastic Beasts and Where to Find Them – Collen Atwood
Allied – Joanna Johnson
Florence Foster Jenkins – Consolata Boyle
La La Land – Mary Zophres

Óscar de Melhores Efeitos Visuais:

The Jungle Book – Robert Legato, Adam Valdez, Andrew R. Jones e Dan Lemmon
Deepwater Horizon – Craig Hammeck, Jason Snell, Jason Billington e Burt Dalton
Doctor Strange – Stephane Ceretti, Richard Bluff, Vincent Cirelli e Paul Corbould
Kubo and the Two Strings – S. Emerson, Oliver Jones, Brian McLean e Brad Schiff
Rogue One: A Star Wars Story – J. Knoll, Mohen Leo, Hal Hickel e Neil Corbould

Óscar de Melhor Edição/Montagem:

Hacksaw Ridge – John Gilbert
Arrival – Joe Walker
Hell or High Water – Jake Roberts
La La Land – Tom Cross
Moonlight – Nat Sanders e Joi McMillon

Óscar de Melhor Caracterização:

Suicide Squad – Alessandro Bertolazzi, Giorgio Gregorini e Cristopher Nelson
A Man Called Ove – Eva von Bahr e Love Larson
Star Trek Beyond – Joel Harlow e Richard Alonzo

Óscar de Melhor Canção Original:

“City of Stars” em La La Land – Justin Hurwitz, Pasek e Paul
“Audition (The Fools Who Dream)” em La La Land – Justin Hurwitz, Pasek e Paul
“Can’t Stop the Feeling!” em Trolls – Justin Timberlake, Max Martin e Shellback
“How Far I’ll Go” em Moana – Lin-Manuel Miranda
“The Empty Chair” em Jim: The James Foley Story – J. Ralph e Sting

Óscar de Melhor Banda Sonora:

La La Land – Justin Hurwitz
Jackie – Mica Levi
Lion – Dustin O’Halloran e Hauschka
Moonlight – Nicholas Britell
Passengers – Thomas Newman

Óscar de Melhor Edição de Som:

Arrival – Sylvain Bellemare
Deepwater Horizon – Wylie Stateman e Renée Tondelli
Hacksaw Ridge – Robert Mackenzie e Andy Wright
La La Land – Ai-Ling Lee e Mildred Iatrou Morgan
Sully – Alan Robert Murray e Bub Asman

Óscar de Melhor Mistura de Som:

Hacksaw Ridge – Kevin O’Connell, Andy Wright, Robert Mackenzie e Peter Grace
Arrival – Bernard Gariépy Strobl e Claude La Haye
La La Land – Andy Nelson, Ai-Ling Lee e Steve A. Morrow
13 Hours: The Secret Soldiers of Benghazi – Russell, Summers, Haboush e Ruth
Rogue One: A Star Wars Story – David Parker, C. Scarabosio e Stuart Wilson

Óscar de Melhor Direção Artística:

La La Land – Sandy Reynolds-Wasco e David Wasco
Arrival – Patrice Vermette e Paul Hotte
Fantastic Beasts and Where to Find Them – Stuart Craig e Anna Pinnock
Hail, Caesar! – Jess Gonchor e Nancy Haigh
Passengers – Guy Hendrix Dyas e Gene Serdena

 

Fotografia de: Getty Images

Comentários

Artigos que poderão ser do teu interesse

ARTIGOS RELACIONADOS

O romance 'The underground railroad', de Colson Whiteh

Aos 32 anos, Lana del Rey chega ao seu quarto álbum de estúdio, sendo o sucessor

Nos frescos dos seus 22 anos, Joey Bada$$ apresenta-se como um dos mais promissore

A entrada nos diversos espaços museológic