Os truques de câmara e de iluminação em ‘House of Cards’

3 ABRIL, 2016 -

Com certeza já viste tudo ou quase tudo do que a aclamada série da Netflix ‘House of Cards’ tem para oferecer de momento, e todos os contornos da história maquiavélica e assustadora são suficientes para te fazer pensar mais do que o normal. Mas já pensaste em como toda a série de sucesso é filmada, e quais são os truques ou linhas guia que a equipa de produção usa para tornar a série tão apelativa visualmente como é o seu enredo?

House of Cards’ é uma das séries modernas de televisão que melhor tem acompanhado a ‘moda’ do que se faz no grande ecrã, onde em pouco mais de dez anos as sequências com várias câmaras e altamente iluminadas têm vindo a ser substituídas por movimentos de uma só câmara e liberdades criativas enormes no que toca à iluminação do cenário. Igor Martinovic, o cinematógrafo da segunda temporada da série protagonizada por Kevin Spacey foi convidado especial do Podcast GoCreative e partilhou alguns dos segredos que tornaram a série política numa das produções de referência desta década.

(demo reel dos trabalhos de Martinovic)

Falando de vários aspetos do trabalho que desenvolve em ‘House of Cards’, a conversa aqueceu e tornou-se interessante quando abordou temas como a inspiração por detrás de ‘House of Cards’, a experiência de trabalhar com David Fincher e Kevin Spacey, as soluções de iluminação para diferentes ambientes e personagens ou o seu filme premiado com um Óscar da Academia, ‘Man on Wire’. Podes ouvir a totalidade deste episódio aqui(salta para os 11 minutos se quiseres ouvir apenas as partes abordadas neste artigo)

tumblr_inline_o4xflvrt7X1sc4vso_540

No Podcast, Martinovic fala das suas inspirações no que toca à forma como quis gravar ‘House of Cards’, e a obra prima de Hal Ashby, ‘Being There’ é mencionada como sendo uma das principais fontes de inspiração para o director de fotografia no que tocou à série que ele próprio ajudou a gravar. Com cenas bastante estáticas e objetivas, muitas vezes simétricas, é inegável que existem parecenças enormes entre ‘Being There’ e ‘House of Cards’.

Martinovic também fala sobre como através de câmaras posicionadas a uma distância razoável dos atores e atrizes, envolvendo a ação numa tela mais larga do que o comum, consegue criar o paralelo visual com o mundo onde estes personagens existem, que se mostra sempre frio e desumano, tal como as personagens em si.

Quanto aos efeitos de iluminação da série, o director de fotografia confessa que quis mostrar uma iluminação que se assemelhasse muito a uma natural, utilizando para isso, e quando se tratam de cenas filmadas em interiores, lâmpadas de tungsténio de alta luminosidade posicionadas muito perto das janelas dos edifícios onde filmam a série, criando uma iluminação muito natural e simples.

tumblr_inline_o4xfk27a4j1sc4vso_540

Comentários

Artigos que poderão ser do teu interesse

ARTIGOS RELACIONADOS

A série política House of Cards regressou nesta terça-feira na platafo

Este é um daqueles casos em que não se percebe se a realidade acompanha a ficção ou se é a fic

Quem o diz é Michael Dobbs, autor das obras literárias que deram origem a '

Foi a própria Robin Wright quem tornou o assunto público. E, tudo aconteceu dep