O voyeurismo de Alfred Hitchcock

1 JUNHO, 2016 -

O icónico realizador britânico Alfred Hitchcock explorou o voyeurismo em diversos filmes, como Rear Window (1954), Vertigo (1958) ou Psycho (1960). E, a prática do voyeurismo está ligada muitas vezes ao desejo sexual que é saciado através da observação de pessoas, mas de uma forma geral, pode ser qualquer forma de curiosidade em relação ao que é privado e íntimo.

Este conceito transformou as personagens de Hitchcock, e por consequência o público, em verdadeiros voyeurs. Neste ensaio que te trazemos, realizado por Jorge Luengo Ruiz, podes constatar como essa característica é eficaz em criar suspense, já que sempre que há alguém a observar ou interessado em descobrir algo oculto gera toda uma mística voyeur em consonância com o suspense (que é também muitas vezes intensificado pelos planos de detalhe e pela banda sonora).

Comentários

Artigos que poderão ser do teu interesse

ARTIGOS RELACIONADOS

O mestre dos filmes de suspense Alfred Hitchcock é considerado uma referência pa

As obras são da autoria de Fernando Reza da Fro Design Company para a su

Hitchcock/Truffaut é o novo e primeiro documentário a solo do realizador Ken

A capacidade de capturar imagens por parte de drones tem evoluído imenso ao longo dos últimos ano