O luto e a luta de Nick Cave

10 SETEMBRO, 2016 -

Em A Morte de Bunny Munro, Nick Cave retrata a vida de Bunny Munro, um vendedor de enciclopédias que perde a mulher e vê-se a braços com o filho e com a sua própria loucura. Antes de morrer, Bunny Munro diz ao filho «I just found this world is a hard place to be good in». O documentário, transmitido no dia 8 de Setembro em todo o mundo e pensado para evitar entrevistas de promoção ao novo álbum Skeleton Tree, pode quase resumir-se a essa frase. O mundo é um sítio difícil de se viver em especial quando se perde um filho.

Na sua maioria a preto e branco, o documentário One More Time With Feeling, realizado por Andrew Dominik, aborda a morte em vários aspectos. Não foi só Arthur que morreu, foi a vida de Nick, de Susie e de Earl Cave que nunca mais foram as mesmas, e a luta para sobreviver a um acontecimento tão trágico mata, um bocadinho, todos os dias durante o resto da vida. É esta luta que Nick Cave nos quer mostrar num rasgo de humanidade e de honestidade. Não é fácil falar sobre a dor desta forma, assumir que tudo o que era se perdeu, assumir que perdeu o foco, que se sente alheado. O tempo, elástico como diz, avança, mas volta sempre àquele momento trágico. Nick Cave expressa a raiva e a desilusão, constatando que, embora todos lhe digam que Arthur vive no coração, a verdade é que não vive. Arthur está no coração de quem o conhecia, mas Arthur não vive. A forma como o diz, levantando por segundos os olhos que teimam em estar baixos, é dos maiores socos no estômago do filme porque não é ficção, não é mais um romance cheio de metáforas e imagens que nos acostumou, é a vida de Nick Cave, mas pode ser a vida de qualquer pessoa que perde alguém que lhe é querido.

Quando Susie e Earl Cave aparecem no filme, os três envolvem-se num abraço num dos momentos mais fugazes e mais comoventes do documentário. É este amor e, de certa forma, esperança, que fazem com que todos os esforços valham a pena e que dão vida à frase murmurada por Nick Cave «There is more paradise in hell than we’ve been told».

O documentário termina com imagens do sítio onde Arthur morreu e com Arthur e Earl Cave a cantar Deep Water, escrita para Marianne Faithfull. E o silêncio.

Lançado no dia seguinte, Skeleton Tree é um álbum repleto de elegias, uma obra-prima (sem complacência pelo artista), uma bonita homenagem à vida, com todas as suas vicissitudes, e à morte.  Warren Ellis, colaborador de longa data, é o pilar e a família na música de Nick Cave, é ele quem leva Nick pela mão durante todo este processo de gravação do álbum que foi abruptamente interrompido por este acontecimento. É quase de certeza graças a ele que este álbum viu a luz do dia e é graças a ele que temos Nick Cave de volta. Com o seu tempo. Porque «I just found this world is a hard place to be good in».

Comentários

Artigos que poderão ser do teu interesse

ARTIGOS RELACIONADOS

Nos tempos que correm no cinema, onde ideias recicladas (já se perdem as contas aos remakes e sequ

A novidade é avançada pelo site dos cinemas

One More Time With Feeling (

O ano de 2016 ficou marcado pela perda de alguns ícones da música mundial. Logo no início do ano