Novo livro de Ricardo Araújo Pereira vai ser lançado no Brasil

28 JUNHO, 2016 -

O humorista português Ricardo Araújo Pereira participa na 14.ª Festa Internacional Literária de Paraty (Flip), que tem início quarta-feira, naquela cidade do Estado do Rio de Janeiro.

O também argumentista, cronista e comentador vai partilhar a mesa ‘Mixórdia de temáticas’, com a argumentista e escritora Tati Bernardi, e lançar no Brasil o seu novo livro, ‘A Doença, o Sofrimento e a Morte Entram num Bar – Uma Espécie de Manual de Escrita Humorística‘, antecipando a edição em Portugal, segundo a editora.

De acordo com a programação da festa, Ricardo Araújo Pereira participará igualmente na sessão de fecho do festival, no encontro tradicional ‘Livro de Cabeceira‘, em que autores convidados lêem trechos das suas obras favoritas.

A sessão de abertura da Flip vai contar com o cineasta Walter Carvalho, que vai exibir o documentário ‘Manter a linha da cordilheira sem o desmaio da planície‘, filme que a organização define como “um mergulho” no universo do poeta Armando Freitas Filho, que vai estar ao lado do realizador e director de fotografia, na abertura oficial da festa.

A edição deste ano da Flip presta homenagem à poetisa brasileira Ana Cristina Cesar (1952-83), ou Ana C., como assinou. A mesa que reúne as “herdeiras directas de Ana C.“, as escritoras Annita Costa Malufe, Marília Garcia e Laura Liuzzi, “reforça o compromisso da Flip com a poesia“, lê-se na informação da festa literária.

A par deste encontro, na quinta-feira, intitulado ‘A teus pés‘, será ainda feita a apresentação de ‘Inconfissões‘, a fotobiografia de Ana César, acompanhada da leitura de textos e poemas, por Adriana Calcanhotto, entre outros participantes.

A escritora bielorrussa Svetlana Alexievitch, Nobel da Literatura 2015, autora de ‘Vozes de Chernobyl‘ e ‘O Fim do Homem Soviético‘, intervém no sábado, para falar das suas obras, construções polifónicas, feitas da sobreposição de longos depoimentos escritos na primeira pessoa.

A organização da Flip destaca a “presença inédita” de uma autora recém-distinguida pela Academia Sueca.

Dois autores estrangeiros com visão aprofundada do Brasil, o norte-americano Benjamin Moser, conhecido como o primeiro biógrafo internacional de Clarice Lispector, e o historiador britânico Kenneth Maxwell, também marcarão presença no festival, em diferentes sessões, ao longo dos cinco dias, assim como o escritor norueguês Karl Ove Knausgårdq, autor da série “A minha luta“, que, na sexta-feira, irá falar sobre a sua prosa memorialística, de carácter autobiográfico, reconhecida mundialmente.

O festival destacará também a ficção latino-americana do mexicano Álvaro Enrigue e do mineiro Marcílio França Castro, e reunirá ainda o médico Henry Marsh, a neuro-cientista Suzana Herculano-Houzel, o romancista holandês Arthur Japin e o artista plástico Guto Lacaz, em torno da literatura.

Entre os autores esperados na festa estão ainda o norte-americano Bill Clegg, o galês Irvine Welsh, a mexicana Valeria Luiselli, as britânicas Helen Macdonald, Kate Tempest e os brasileiros Heloisa Buarque de Hollanda, Ramon Nunes Melo, Sérgio Alcides, Vilma Arêa e J.P Cuenca.

O encontro entre o refugiado sírio Abud Said e a jornalista Patrícia Campos Mello, ‘Síria, mon amour‘, realiza-se no último dia da festa, e foi definido pelo curador da Flip, Paulo Werneck, como “uma declaração de amor à Síria“.

Para o tradicional encontro de fecho da Flip, ‘Livro de Cabeceira‘, em que autores convidados lêem trechos das suas obras favoritas, estão anunciados Arthur Japin, Heloisa Buarque de Hollanda, JP Cuenca, Karl Ove Knausgård, Laura Liuzzi, Marcílio França Castro e Kate Tempest, além de Ricardo Araújo Pereira.

Texto Lusa

Comentários

Artigos que poderão ser do teu interesse

ARTIGOS RELACIONADOS

Não que eu dê como impossível uma solução ao país com este sistema exaurido pela bandidagem.

O Prémio Calouste Gulbenkian 2016 , no valor de 250 mil euros,

Elis Regina viveu durante 36 anos, mas são muitos mais aqueles que conhecem a inf

O Brasil é o país onde mais cresceram as vendas de livros em todo o mundo, de ac