Novidades do grupo Bertrand. Dan Brown e António Damásio apresentam novos livros em Portugal

6 SETEMBRO, 2017 -

Look Fantastic PT 180X150
Womens Bags PT 300 x 250

No Museu do Oriente, em Lisboa, foram anunciadas as novidades editoriais das chancelas Bertrand, Quetzal Editores, Temas e Debates, Círculo de Leitores, Contraponto, Pergaminho, ArtePlural, GestãoPlus e 11×17. São mais de 80 livros até ao fim do ano. Dan Brown e António Damásio estarão em Lisboa a promover “Origem” (15 de Outubro)  e “A Estranha Ordem das Coisas” (31 de Outubro), respectivamente.

Bertrand Editora publica já este mês “Nada“, romance da dinamarquesa Janne Teller. Inicialmente proibido na Dinamarca, o polémico livro é hoje de leitura obrigatória. Está publicado em mais de 30 países. Ainda em Setembro, “Nenhuma Verdade se Escreve no Singular” marca a estreia de Cláudia Cruz Santos, juíza de profissão. A sua experiência na justiça serve de base para esta história ficcionada entre uma juíza e a criança que ela acolhe.
Um dos momentos mais importantes deste quadrimestre é a publicação de “Origem“, de Dan Brown. A nova aventura de Robert Langdon chega a 4 de Outubro às livrarias. O escritor norte-americano estará no Centro Cultural de Belém no dia 15 de Outubro para conversar com os leitores. A edição de “Origem” terá uma capa diferente na versão de “capa rija”.

Em Novembro um novo livro de um dos autores mais importantes da Bertrand: “Despertar“, de Stephen King. A Fnac Colombo receberá, no dia 9 de Novembro, uma tertúlia sobre a obra do autor.
No domínio da Não Ficção, a Bertrand aposta em “A Economia Mais Forte do Mundo“, de Joseph Stiglitz. Este livro do vencedor do Prémio Nobel de Economia, em 2001, baseia-se na crise de 2007/2008 para apresentar propostas de revitalização da economia americana. Sai em Setembro.

Também em Setembro, estará nas livrarias um dos mais invulgares livros divulgados na rentrée. “Laetitia  – ou o fim dos homens” tem em si vários géneros literários. Ivan Jablonka mistura literatura, investigação, sociologia e actualidade para contar a história de uma menina raptada, violada e assassinada em França, no ano de 2011. O autor estará em Lisboa, nos dias 21 e 22 de Novembro, para promover o seu livro.

Creta 1941“, de Antony Beevor, e “Sombras – A desordem Financeira na Era da Globalização“, de Francisco Louça e Michael Ash, estarão à venda em Outubro. No mês seguinte, “De que Cor É o Medo – a biografia de Paulo Teixeira Pinto” traça o trajecto pessoal e profissional do ex-presidente do BCP. O livro é de Sílvia Oliveira.  Em Novembro, sai também”Da Lusitânia a Portugal: dois mil anos de história“, de Diogo Freitas do Amaral, que oferece uma perspetiva sobre as dez fases da constituição da nação portuguesa. Para a Bertrand Editora, o ano termina com a publicação de “Lápides Partidas“, de Aquilino Ribeiro.

Dos 6 livros a publicar pela Pergaminho e ArtePlural, destaca-se “Você Pode Falar com Deus“, de Pedro Siqueira. O livro é mais um passo no que o autor chama de missão: ser um instrumento de ligação entre as pessoas e o mundo espiritual e ajudá-las a desenvolver a sua fé através das mensagens de santos, anjos e de Nossa Senhora“. Pedro Siqueira estará em Lisboa, entre 18 e 21 de Setembro, para promover o livro.

A extensa lista de novidades da Temas e Debates contempla, no mês de Setembro, “7 Lições para Ser Feliz“, de Luc Ferry, “A internacionalização da Economia Portuguesa“, de Nuno Crespo e Maria João Tomás, e “A Invenção da Ciência”, livro com 823 páginas de David Wootton. O professor de História da Universidade de York conta a história da revolução intelectual e cultural que levaria ao aparecimento da ciência moderna.

Em Outubro, um dos destaques da Temas e Debates:

Tempo de Raiva“, obra com excelentes críticas de “The Guardian” e de  “The Literary Review”. Pankaj Mishra foi um dos ensaístas de referência para Arundhati Roy na construção do seu “O Ministério da Felicidade Suprema“. O autor defende no seu livro a existência de uma pandemia global de raiva.
Em Novembro, outro grande destaque da Temas e Debates: António Damásio estará na Escola Secundária António Damásio para lançarA Estranha Ordem das Coisas”, às 10:30 do dia 31 de Outubro. Neste seu novo livro, o neurocientista faz uma análise à vida, ao sentimento e às culturas humanas”.
Entre as várias novidades, destaque-se ainda o trabalho de José Vale Moutinho na reunião de fábulas portuguesas. “Livro Português das Fábulas” reúne 182 fábulas de 38 autores. Esta edição conta com ilustrações da época e breves biografias dos autores.

A Quetzal começa o quadrimestre com um novo romance do autor de “Cinerama Peruana”. Rodrigo Magalhães regressa com “Os Corpos”, uma história inspirada no caso Tamam Shud. Ainda em Setembro, sairá “O Pequeno Caminho das Grandes Perguntas”, de José Tolentino de Mendonça”, e o novo livro de José Luis Peixoto.
O Caminho Imperfeito”, do vencedor do Prémio José Saramago, é um livro de não-ficção, com a narrativa passada entre Las Vegas e Banguecoque. Segundo a editora, “«O Caminho Imperfeito» é, em si próprio, a longa viagem a uma Tailândia para lá dos lugares-comuns do turismo, explorando aspetos menos conhecidos da sua cultura, sociedade, história, religiosidade, entre muitos outros.

O grande destaque vai para mais um volume de a “Bíblia“, com tradução de Frederico Lourenço. “Bíblia Volume III – Antigo Testamento: Os Livros Proféticos” tem mais de 1000 páginas e contempla quatro livros que não existem na Bíblia Hebraica nem nas versões católica ou protestante: Baruc, Epístola de Jeremias, Susana e Bel e o Dragão.
Entre outros títulos a publicar até ao fim do ano, sublinhe-se a contínua reedição da obra de José Eduardo Agualusa, uma nova tradução de “Detectives Selvagens”, de Roberto Bolaño, e a publicação de “Sonetos de Petrarca”, com a louvada tradução de Vasco Graça Moura.

Comentários

Artigos que poderão ser do teu interesse

ARTIGOS RELACIONADOS

António Damásio tornou-se com evidência um dos grandes nomes da medicina mundial. Profícuo inve