Nina Simone celebraria hoje 84 anos

21 FEVEREIRO, 2017 -

Eunice Kathleen Waymon nasceu a 21 de Fevereiro de 1933, no estado de North Carolina, nos Estados Unidos da América. No mundo da música, viria a ficar celebremente conhecida como Nina Simone. Nascida no seio de uma família de poucas condições monetárias, Eunice começou a tocar piano aos 3 anos de idade. O seu talento sobressair-se-ia de tal forma que começaria então a tocar numa igreja local. Aos 12 anos de idade, faria a sua estreia como pianista a solo, num recital. Anos mais tarde, Nina Simone confessou que nesse mesmo recital, os seus pais e membros da sua família tiverem de se sentar nos lugares mais atrás da plateia para que o público caucasiano pudesse tomar os lugares da frente. Vendo-se face a esta situação, Nina Simone recusou-se a tocar enquanto os seus pais não tivessem um lugar à frente, e afirmou que este foi um dos momentos que a viria a influenciar para que mais tarde viesse a ser uma ativista fervorosa na luta pelos direitos civis dos cidadãos negros na América.

Em 1954, Eunice mudaria o seu nome para Nina Simone, nome que adoptaria em palco para que a sua família não a reconhecesse, uma vez que não aprovavam a música que a artista tocava. Nina Simone tocava então no Midtown Bar & Grill, na cidade de Atlanta, onde começaria também a cantar, para além de tocar piano. Durante essa época ganharia uma pequena legião de fãs. Embora com o tempo Nina Simone tenha começado a gravar e a lançar álbuns com uma razoável aceitação crítica, o seu desejo era o de continuar o seu estudo de piano clássico e não o de se tornar numa artista famosa.

Ao longo da sua carreira, Nina Simone foi também escrevendo e gravando músicas com importantes mensagens políticas e sociais acerca das desigualdades e injustiça para com o povo afro-americano na época, tendo esta temática marcado severamente a sua carreira, com um declínio da sua popularidade. Contudo, a mensagem da sua música mostrava-se pertinente: igualdade de tratamento entre as raças e o fim da violência em confrontos com afro-americanos, vítimas de racismo e de brutalidade na época.

Durante a sua carreira, gravou também vários clássicos, nomeadamente de Billie Holiday, e tornar-se-ia num dos mais célebres nomes do jazz e do soul do século XX.

A voz de Nina Simone é não só uma lenda do soul mas também dos sentimentos que transmite generosamente a cada nota, a cada palavra. As suas alegrias, as suas tristezas, as suas lutas e batalhas refletem-se num registo puro que nos eleva ao sentido mais pleno do ser, onde nos despimos de máscaras e falsos compromissos e nos assumimos como somos: seres em fraqueza, sobreviventes de batalhas constantes numa vida tão desafiante. Nina Simone eleva-nos ao nosso reconhecimento mais puro como seres humanos.

Nina Simone faleceu a 21 de Abril de 2003, em França.

Em 2015 foi realizado o documentário What Happened, Miss Simone?, sobre a vida da cantora, que viria a estar nomeado ao Óscar para Melhor Documentário.

Comentários

Artigos que poderão ser do teu interesse

ARTIGOS RELACIONADOS