‘Moonlight’ é o grande vencedor dos Online Film Critics Society

5 JANEIRO, 2017 -

Na 20ª edição dos prémios da Online Film Critics Society o filme ‘Moonlight‘, realizado por Barry Jenkins, que também assume o argumento ao lado de Tarell Alvin McCraney, foi o grande vencedor ao vencer em quatro categorias: Melhor Filme do Ano, Melhor Realizador, Melhor Actor Secundário e Melhor Actriz Secundária. Já ‘La La Land‘, realizado e escrito por Damien Chazelle, conquistou os prémios de Melhor Fotografia e Melhor Montagem.

Melhor Filme
Moonlight, de Barry Jenkins
Melhor Documentário
O.J.: Made in America, de Ezra Edelman
Melhor Filme de Animação
Kubo and the Two Strings, de Travis Knight
Melhor Filme Estrangeiro
Ah-ga-ssi, de Chan-wook Park (Coreia do Sul)
Melhor Realizador
Barry Jenkins, Moonlight
Melhor Actor
Casey Affleck, Manchester by the Sea
Melhor Actriz
Natalie Portman, Jackie
Melhor Actor Secundário
Mahershala Ali, Moonlight
Melhor Actriz Secundária
Naomie Harris, Moonlight
Melhor Argumento Original
Hell or High Water
Melhor Argumento Adaptado
Arrival
Melhor Montagem
La La Land

Melhor Fotografia
La La Land
Filmes sem distribuição nos EUA
Bacalaureat, de Cristian Mungiu (Roménia)
La Fille Inconnue, de Jean-Pierre Dardenne e Luc Dardenne (Bélgica/França)
The Girl with All the Gifts, de Colm McCarthy (Reino Unido/EUA)
La Mort de Louis XIV, de Albert Serra (Espanha/Portugal/França)
Nocturama, de Bertrand Bonello (França)
Personal Shopper, de Olivier Assayas (França)
A Quiet Passion, de Terence Davies (Reino Unido)
Rester Vertical, de Alain Guiraudie (França)
Umi Yori mo Mada Fukaku, de Hirozaku Koreeda (Japão)
Yourself and Yours, de Hong Sang-soo (França)

Comentários

Artigos que poderão ser do teu interesse

ARTIGOS RELACIONADOS

Moonlight é um dos filmes do ano, já o era antes da gala dos Óscares m

Moonlight é baseado na peça In Moonlight Black Boys Look B

Estamos em Dezembro e está a começar a temporada das nomeações e prémios cinematográficos nos

Janeiro e Fevereiro é, por norma, a época com os filmes mais importantes em sala, muito por culpa