Milhões de Festa: a música está de volta às margens do rio Cávado #2

31 MAIO, 2017 -

As margens do rio Cávado já se preparam para receber os dias quentes e as sonoridades únicas que o Milhões de Festa nos tem vindo a habituar. Se as confirmações já reveladas nos aguçam o apetite, temos ainda muitas mais para apresentar.
De Londres, chegam os explosivos Sex Swing. Nascidos de uma fusão entre Dead Neanderthals, Part Chimp e Mugstar, a banda incorpora elementos de jazz, improvisação, electrónica e rock, naquele que promete ser um concerto inesquecível.
De uma colisão entre uma banda de rock francesa e colombianos com fortes influências na música da América Latina nasceram os Pixvae. Uma sonoridade tropical banhada por riffs quentes e influências punk.
Nascido nos Estados Unidos da América mas criado na Índia, surge Sarathy Korwar que explora o jazz com elementos de electrónica e de ragga indiana, tendo desenvolvido uma sonoridade inconfundível.
De Lisboa chegam-nos os ritmos exóticos, aliados ao techno e house pelas mãos de Switchdance. Muita dança, hipnose e um cheirinho às melodias do Médio Oriente a não perder.
Já da cidade Invicta surgem os Live Low. Dedicam-se a revitalizar o folclore português contudo a sua abordagem ímpar levam-nos a metamorfoses não só de canções mas também do espaço onde se encontram, em momentos de criatividade únicos.
Em Março passado lançavam «Good Boys» e estes meninos de Alcobaça vão estar pelas margens do rio Cávado a mostrar do melhor rock que se faz em Portugal. Os Stone Dead estão também já confirmados para esta edição e vêm mostrar que o rock está bem vivo… e recomenda-se!
Segue-se Powell, que a termo de curiosidade tomou uma troca de emails com Steve Albini e criou o vídeo de «Insomnaic». Sem rodeios, com muito funk, punk e electrónica irá actuar em Barcelos num formato live e que certamente irá criar argumentos contra as premissas anti-electrónica de Albini.
Da Colômbia chega-nos Chúpame El Dedo, um exemplo de globalização e metamorfose musical sublime. Misturam grindcore e death metal com elementos psicadélicos da cumbia, numa fusão harmoniosa de sonoridade singular.
Aclamado como o rei do teclado, Rizan Said, marca também presença em Barcelos com os seus inconfundíveis elementos de dance e electrónica. Teclista do famoso artista sírio Omar Souleyman, pode esperar-se muita energia na pista de dança em dias quentes de Julho.
Vindo da Serra Leoa, e em estreia em solo português, temos Janka Nabay & the Bubu Gang. Com uma sonoridade inconfundível trazendo consigo a Bubu Music das suas raízes, podemos dele esperar um dos concertos com mais dança por Barcelos.
O Conjunto Cuca Monga reúne a «prata da casa». Ganso, El Salvador, Modernos e Bispo criam uma fusão e surge uma super-banda, ao jeito do super-homem de Nietzsche, prontos para nos trazerem o advento da boa música, e nós estaremos de braços abertos.

O Milhões de Festa está de regresso a Barcelos dos dias 20 a 23 de Julho. Os passes gerais já se encontram à venda por 55€ até ao dia 2 de Julho, sendo que a partir do dia 3 de Julho os preços fixam-se a 60€.

Foto: ©Milhões de Festa

Comentários

Artigos que poderão ser do teu interesse

ARTIGOS RELACIONADOS

Não fosse o Minho o palco principal do Milhões de Festa não poderia faltar o singular conceito d

As palavras “Milhões de Festa” fazem-nos criar imediatamente imagens mentais— as paisagens d

Estamos ainda a dois meses do arranque da nova edição do Milhões de Festa e já