Miguel Gomes vai adaptar ao cinema a obra literária ‘Os Sertões’

10 NOVEMBRO, 2016 -

O próximo filme do cineasta português Miguel Gomes será uma adaptação do livro Os Sertões, de 1902, da autoria de Euclides da Cunha (podes ler o livro aqui). O argumento ficará a carga de Telmo Churro, Maureen Fazendeiro, Miguel Gomes e Mariana Ricardo. Já a produção ficará a carga da O Som e a furiaShellac sudKomplizen films.

A ideia do cineasta Miguel Gomes é dividir o filme em três partes, como acontece na obra literária de Euclides, são elas: A Terra, O Homem e A Luta. Ou seja, o realizador irá mantar a lógica tripartida de As Mil e Uma Noites.

Sinopse do livro:

Neste livro, Euclides da Cunha regista a história do sertão brasileiro. A obra é dividida em três partes: A Terra, o Homem e a Luta e revela as características de um povo que elege como líder Antônio Conselheiro, um monarquista e fanático religioso. O poder deste homem provoca ira nos republicanos, iniciando a partir daí numa covarde batalha. Tem como cenário a insurreição de Canudos (1897).

1396284375

Miguel Gomes já tinha revelado a sua admiração por Euclides da Cunha com uma referência, no volume 3, O Encantado, de As Mil e Uma Noites, sobre o assassinato do autor brasileiro por um jovem militar (amante da sua esposa).

Segundo o Cine Festivais, Vasco Pimentel, director de som de todas as longas-metragens de Miguel Gomes, já anda faz tempo com a obra de Euclides da Cunha no seu smartphone, e revelou ainda que já falou tudo sobe o som do novo filme com o cineasta português.

Por fim, sabe-se ainda que o filme será filmado em 35mm e tem estreia marcada para 2017.

Comentários

Artigos que poderão ser do teu interesse

ARTIGOS RELACIONADOS