Leonardo DiCaprio não vai interpretar o poeta persa Rumi, o Shakespeare do século XIII

1 JULHO, 2016 -

Leonardo DiCaprio foi apontado para interpretar uma personagem de etnia persa e as críticas não pararam de chegar

De olhos azuis, tez branca e cabelo loiro é assim que vemos Leonardo DiCaprio. O ator esteve envolvido recentemente numa polémica a que muitos chamavam de whitewashing, ou seja, a escolha de um artista branco para interpretar uma personagem de outra etnia com o objetivo de aumentar a venda de um filme.

O realizador David Franzini e o produtor Stephen Joel Brown revelaram ao jornal inglês The Guardian que DiCaprio era uma possível escolha para interpretar o papel do poeta persa Rumi na sua cinebiografia.

A aparência oposta à do poeta conhecido como o “Shakespeare do século XIII” criou insatisfação juntos dos fãs. As críticas rapidamente invadiram as redes sociais. No twitter a hashtag #RumiWasntWhite (Rumi não era branco) ganhou destaque. As manifestações de desagrado não ficaram por aqui. As petições, com milhares de assinaturas, foram usadas como forma de dar a conhecer a vontade dos fãs em escolher um ator do médio oriente para o papel de Rumi.

A controvérsia durou pouco tempo. Fontes próximas ao ator disseram ao Hollywood reporter que ele não foi formalmente convidado para a produção e que independente disso não iria participar no projeto.

DiCaprio, atualmente, tem-se dedicado à realização de um documentário sobre mudanças climáticas que irá ser transmitido pela Netflix. Ainda não se sabe nem o nome nem a data da sua estreia.

Texto de Liliana Pedro

Comentários

Artigos que poderão ser do teu interesse

ARTIGOS RELACIONADOS