Legalização do casamento homossexual é rejeitada na Austrália

11 OUTUBRO, 2016 -

Esta decisão atrasa o processo no mínimo três anos! O Parlamento da Austrália rejeitou nesta terça-feira o referendo sobre o projecto de lei que legaliza o casamento entre pessoas do mesmo sexo no país. Embora tenha defendido a igualdade no casamento, o Partido dos Trabalhadores anunciou que não iria apoiar a votação prevista pelo governo, afirmando que um referendo é desnecessário, muito caro e que iria desencadear um debate público que poderia traumatizar jovens gays e lésbicas.

No entanto, o Partido dos Trabalhadores e outros partidos da oposição querem que o casamento do mesmo sexo seja aprovado pelo Parlamento imediatamente, o que os conservadores do governo não concordam.

O governo centro-direita australiano introduziu a proposta ao Parlamento em Setembro com o objectivo de se realizar uma votação pública sobre a legalização do casamento de pessoas do mesmo sexo em Fevereiro de 2017.

O projecto precisava do apoio de alguns partidos de oposição já que o coligação liberal-nacional formada pelo primeiro ministro Malcolm Turnbull tem apenas a maioria dos votos na Câmara dos Deputados, diferente do que acontece no Senado australiano. A rejeição à igualdade no casamento torna-se um golpe para Turnbull que viu a sua popularidade cair pornão conseguir fazer jus à sua reputação progressista.

Comentários

Artigos que poderão ser do teu interesse

ARTIGOS RELACIONADOS

King Gizzard & the Lizard Wizard têm uma missão para 2017: o