Já se conhecem todos os vencedores dos Goya

5 FEVEREIRO, 2017 -

A longa-metragem ‘Tarde para la ira’, de Raúl Arévalo, conquistou no sábado o prémio de melhor filme, e ‘Un monstruo viene a verme’ de Juan Antonio Bayona, o de melhor realização na 31.ª edição dos Prémios Goya da Academia de Cinema espanhola.

A película ‘Un monstruo viene a verme’ foi a grande vencedora da cerimónia de entrega dos prémios, em Madrid, com nove galardões, além da realização, entre eles melhor fotografia, direção artística, direção de produção, som, montagem, maquilhagem.

O segundo grande vencedor foi o filme ‘Tarde para la ira’, que além de melhor filme, conquistou os prémios para melhor realização revelação, para ator secundário e melhor guião original.

Emma Suárez recebeu o prémio Goya de melhor atriz em ‘Julieta’, de Pedro Almodóvar, e também o prémio para melhor atriz secundária em ‘La próxima piel’, de Isaki Lacuesta e Isa Campo.

Roberto Álamo recebeu o Goya para melhor ator pelo seu desempenho na personagem de um polícia, no filme ‘Que Dios nos perdone’, de Rodrigo Sorogoyen.

Manolo Solo conquistou o Goya para melhor ator secundário pelo papel em ‘Tarde para la ira’, de Raúl Arévalo.

Ao filme francês ‘Elle’, do realizador holandês Paul Verhoeven, protagonizada por Isabelle Huppert, foi atribuído o Prémio Goya para a melhor Produção Europeia.

O prémio para o melhor filme ibero-americano foi para uma co-produção Espanha/Argentina, intitulado ‘El ciudadano ilustre’, dirigida por Gastón Duprat y Mariano Cohn.

Carlos Santos, recebeu o Goya para melhor ator revelação, pelo papel em ‘El hombre de las mil caras’, de Alberto Rodríguez, e Anna Castillo pela melhor atriz revelação em ‘El olivo’, de Icíar Bollaín.

‘Frágil equilibrio’, sobre o tema da imigração, do realizador Guillermo García López, recebeu o Goya para melhor documentário.

Pela primeira vez, desde há vários anos, não se realizou nenhuma manifestação em frente ao edifício onde decorre a entrega dos Prémios Goya, já que noutras edições houve protestos vários, desde melhorias para as condições de trabalho dos figurantes, aos afetados pela hepatite C.

Texto de Lusa

Comentários

Artigos que poderão ser do teu interesse

ARTIGOS RELACIONADOS

O festival de cinema anual Fantasporto - Festival Internacional de Cinema do Porto 

Ao que parece o público ficou desiludido com o novo trabalho

O Festival de Cinema de Locarno começa hoje, na Suíça, e te

Nos próximos dois meses, Julho e Agosto, vamos ter alguns filmes a tomar em conta e por isso mesmo