Inaugurado o Museu Nacional de História e Cultura Afro-Americana

28 SETEMBRO, 2016 -

O Museu Nacional de História e Cultura Afro-Americana foi inaugurado no passado sábado, 24, pelo presidente Barack Obama. O projeto foi originalmente concebido em 1915 por veteranos da guerra civil americana com o objetivo de homenagear os esforços dos afro-americanos no conflito. A ideia ganhou vida em 2003, quando o ex-presidente George W. Bush aprovou a sua construção. “Além da suntuosidade do edifício, o que torna esta ocasião tão especial é a rica história que ele abriga“, referiu Obama. Com uma localização privilegiada à Casa Branca, no Museu podemos encontrar 34 mil objetos, na maioria deles oferecidos.

A cerimónia de inauguração foi realizada debaixo de uma América assombrada pela tensão racial. A morte de negros por policiais tem gerado indignação e revolta um pouco por todo o mundo. O museu mostra “que este país, nascido da mudança, este país, nascido de uma revolução, este país, nosso, do povo, este país pode ser melhor“, disse o actual presidente norte-americano.

Barack Obama foi eleito em 2008 e governa a América faz agora oito anos. Durante os seus mandatos, o presidente oriundo de família negra, prometeu a unificação, reiterando que não era presidente dos negros, e sim de todos os norte-americanos. A menos de dois meses para se despedir da Casa Branca, as pesquisas revelam que grande maioria dos americanos vêem as relações inter-raciais como “em geral, más“.

Texto de Liliana Pedro

Comentários

Artigos que poderão ser do teu interesse

ARTIGOS RELACIONADOS