Guia para o Festival Muvi 2016

27 NOVEMBRO, 2016 -

Entre os dias 29 de Novembro a 5 de Dezembro, o MUVI – Festival Internacional de Música no Cinema está de volta a Lisboa, mais especificamente ao Cinema São Jorge, que acolherá a terceira edição do Festival. Este ano, o MUVI terá em exibição mais de 100 obras cinematográficas que se debruçam sobre música, entre os quais uma homenagem a David Bowie, Lemmy Kilmister a Heróis do Mar e Pedro Cláudio. Além dos filmes, como é já habitual no festival, haverá também espaço para concertos e exposições.

Nas exposições teremos Cinema Português em Vinil de João Carlos Callixto, The Road por Graziela Costa, With the Absolute Heart of the Poem of Life de MAR (Margarida Rodrigues), e ainda exposições de Nicolae Negura e Hugo Lucas.

Em concertos vamos ter a presença de Patrulha do Purgatório (30 de Novembro às 23h30), Charlie Mancini (1 de Dezembro às 23h), Malaise (2 de Dezembro às 23h), Bichos (2 de Dezembro às 23h50), Montalvor (2 de Dezembro às 1h), Viper (3 de Dezembro às 23h), Vircator (3 de Dezembro às 23h50) e Urso Bardo (3 de Dezembro às 1h).

Nos filmes e vídeos presentes ao longo do MUVI destaca-se a homenagem a alguns dos artistas ligados à música que nos deixaram neste fatídico ano de 2016 ou no final de 2015 como foi o caso do histórico vocalista dos Motorhead, Lemmy Kilmister. Em exibição teremos Labyrinth (1986) de Jim Henson, protagonizado por David Bowie num dos principais papéis e que será Sessão de Abertura; o documentário Lemmy de Wes Orshoski e Greg Olliver, com honras de Sessão de Encerramento; em homenagem ao fotógrafo e realizador Pedro Cláudio serão exibidos vários vídeos realizados pelo mesmo; em relação aos Heróis do Mar estarão em exibição vários registos da banda que marcou o panorama musical português e se encontra desactivada.

Destaca-se ainda na programação do MUVI2016 o documentário Enterrado na Loucura – Punk em Portugal 82-88 de Hugo Conim e Miguel Newton, Pontas Soltas, um documentário de Ricardo Oliveira sobre (e com) os Capitão FaustoO Grande Monteleone, de João Leitão, acompanhado ao vivo pela pianista, compositora e improvisadora Catherine MorisseauThe Parkinsons: A Long Way To Nowhere, de Caroline Richards. I’m The Blues de Daniel Cross, Melody of Noise de Gitta Gsell, Bach in Brazil de Ansgar Ahlers e Hired Gun de Fran Strine são também outras das boas propostas de visionamento.

Para mais informações podes consultar a programação completa do festival.

Comentários

Artigos que poderão ser do teu interesse

ARTIGOS RELACIONADOS